Chat with us, powered by LiveChat
[ Agosto 10, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

O que deve levar na mala para 2 dias de conferência

Imagine que se está a preparar para ir a uma conferência de 2 dias e começa a pensar no que não pode ficar de fora da mala que costuma levar para estas ocasiões. O que é que começa por fazer? Arrumar essa mesma mala, certo?

Se não é por aí que começa… então é melhor começar a rever o seu planeamento, porque este é, sem sombra de dúvidas, um ponto essencial na antecâmara da vinda a um grande evento.

Quem melhor do que alguns habitués em eventos para vos dizer o que devem ou não enfiar na vossa mala antes de saírem de casa?

André Novais de Paula, diretor criativo da DirectiMedia, e frequentador assíduo de eventos dá-nos alguns conselhos:

andre-novais-de-paula-clicksummit

“Para a População Geral, existem algumas coisas que não podem MESMO faltar:
– Smartphone – não levar o Smartphone para um evento destes é o mesmo que ir sem roupa. Toda a atividade que se pode potenciar nas Redes Sociais depende dele, por isso…
– Cartões de Visita – podem achar que já não são tão importantes assim, já que hoje em dia é tudo digital (e no CLICKSUMMIT até é possível gravar os contactos dos participantes directamente através do QR Code no Badge), mas eu não dispenso.
Além disso adoro o ritual de troca de cartões;
Powerbank – é preciso garantir que temos energia durante todo o dia;
– Carregador – mesmo levando um powerbank eu recomendo sempre levarem um carregador de telefone;
Bloco de Notas e Caneta – é importante tirar notas das pérolas que são partilhadas nas palestras (eu não preciso porque uso o Evernote;
 – Plano de Dados – eu nunca facilito e muito embora os eventos tenham wifi disponível, gosto de saber que se for necessário tenho dados suficientes para poder trabalhar”

Joana Rita Sousa, filósofa, pensadora e formadora, diz-nos que:

“Como é do conhecimento comum, as malas das senhoras transportam consigo este mundo e o outro. A minha não é exceção. Nos dias de eventos (académicos ou nem por isso) há objetos que simplesmente não podem ficar em casa:

– o iPhone é essencial, para registar as selfies com os participantes e ir fotografando alguns momentos;
– o iPad (que no meu caso se chama iNietzsche) é o meu aparelho preferido para aceder ao twitter e partilhar conteúdo com o resto do mundo;
– o powerbank e os cabinhos respetivos, para que não falte bateria nos momentos cruciais;
– um caderno e várias canetas também são fundamentais, pois há ideias que podem surgir e que não se podem perder;
cartões de visita, para dar um ar vintage no momento de networking.
Depois há aquelas coisas que não cabem na mala e que são fundamentais, enquanto participante num evento: a disponibilidade para ouvir e aprender, bem como o pensamento crítico afinado para colocar questões e contribuir para o diálogo. Ah, o sorriso e o humor, sempre!”

Então e o que leva na mala Pedro Rebelo, Digital Strategist do Governo?


“Na minha mala, sempre que vou a um evento como o CLICKSUMMIT, não pode faltar: – o meu telemóvel (ou melhor, os meus telemóveis, até porque por exigência profissional, não posso estar sem eles 🙂 );
headphones (porque a qualquer momento posso ter que atender o telefone e é muito menos intrusivo se o fizer com headphones);
– um powerbank (que me dê pelo menos 3 cargas) e os repetivos adaptadores; um caderno de apontamentos (porque há coisas que me parecem dignas de registo físico), uma caneta e cartões de visita. Por incrível que pareça, num mundo tão digitalizado, os cartões de visita são, ainda hoje, um elemento de grande valor em eventos que promovem o engajamento social. E um bocadinho de paciência também, porque por vezes é preciso paciência para se ouvir certas coisas…

Podemos já perceber que há alguns pontos em comum nestas primeiras respostas: smartphone, cartões de visita e powerbank, mas vamos tentar perceber se estes se repetem.

Daniela Cunha, Social Media & Digital Marketing Specialist elege o indispensável:

Smartphone, bloco de notas, caneta e PC.
Com o smartphone vou tirando notas, onde junto fotografias que tiro na hora às apresentações, também aproveito e vou logo ao LinkedIn procurar pessoas e adicioná-las à minha rede de contactos, etc..
O PC para alguns momentos específicos, nomeadamente se for necessário enviar algo para algum cliente;
O Bloco de notas e caneta como backup, para o caso de ficar sem bateria. Ahhh, esqueci-me dos cartões de visita e da Power Bank, claro.”

 

João Miguel Lopes, especialista em Transmedia Storytelling, conta-nos o que é que envolve o planeamento de uma vinda a um evento:

“Em primeiro lugar tento estabelecer, previamente, uma série de contactos com eventuais participantes no evento. Para quê? Para potenciar o encontro entre colegas e também potenciar o networking no local com pessoas com quem temos e mantemos contacto online. Quanto a equipamentos: Smartphone, claro, para capturar fotos e vídeos durante o evento e partilhá-los de forma constante nas minhas redes sociais e nas redes do evento são uma prática comum e recorrente.

Na mochila trago ainda o meu Mac 13”. É um companheiro inseparável, pois consigo sempre aproveitar alguns momentos para trabalhar.

Quanto a acessórios, powerbank, carregador de PC, bloco de notas e lápis, são fundamentais. A tecnologia facilita-nos a vida mas… às vezes falha!”

Por sua vez, Virgínia Coutinho, fundadora da Lisbon Digital School, para além do smartphone, da powerbank e do bloco, referido por todos os entrevistados, acrescenta um pormenor de que ninguém se lembrou:

“Um casaco de malha. Nunca se sabe como será o ar condicionado do auditório!”

E não é que é capaz de ser um dos melhores conselhos aqui deixados?

 

Se depois disto ainda não consegue decidir o que há de colocar na sua mala antes de sair de casa rumo a um evento de dois dias, tal como o CLICKSUMMIT (num exemplo perfeitamente imparcial), aqui fica um resumo do que nos foi dito pelos nossos craques em eventos:

O QUE NÃO PODE MESMO FALTAR NA SUA MALA NUM EVENTO DE 2 DIAS

– Smartphone
– Carregador
– Powerbank
– Cartões de visita

– Bloco de Notas
– Lápis ou caneta
Relógio analógico (este recomendamos nós, porque, como diz o João Miguel Lopes, a tecnologia facilita muito a nossa vida, mas também falha)
Calçado confortável (outra recomendação a nosso cargo)
– Energia! Sem dúvida que sem ela a sua participação no evento vai sair claramente prejudicada. Por isso, aproveite para dormir bem na noite anterior ao evento, vai ver que depois no vai agradecer o precioso conselho.

Agora é só fazer as malas, apontar ao próximo evento e preparar-se para brilhar + alto do que as estrelas!

Quanto a nós, esperamos por si, em outubro, no melhor CLICKSUMMIT de sempre.
Mala da conferência, Caneta, Bloco de notas, entre outros objectivos, são alguns dos items, que temos como oferta aos participantes em todas as edições com a preciosa ajuda da SIGNA como merchandising partner…portanto já não falta tudo 🙂

AboutÉlia Teixeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *