Chat with us, powered by LiveChat
ClickSummitContent MarketingdigitalLisboaMarketing DigitalRedes SociaisTendências
[ Novembro 19, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

PSE apresenta conclusões sobre personalidades digitais

A PSE esteve presente no ClickSummit e realizou um breve questionário que permitiu aos participantes saberem qual a sua Personalidade Digital no Facebook! São os resultados desse mesmo estudo que passamos agora a apresentar.

Ao longo dos dois dias do evento, recolhemos respostas de 1/4 dos participantes – mais de 125 pessoas – o que permitiu concluir que as Personalidades Digitais mais presentes foram:

Observer: raramente efetuam comentários em páginas de marcas;

Informer: efetuam muitos comentários e em páginas distintas;

Prime Time Follower: diferenciam-se principalmente por comentarem sobretudo no período da noite, em horário nobre.

Outros dados estatísticos

A grande maioria dos participantes (86%) considera importante analisar o comportamento dos seus seguidores no Facebook.

Contudo, apenas 46% já o faz regulamente e 38% extrai informação sobre os sentimentos dos seus seguidores em relação à sua marca.

Este estudo é da responsabilidade da área de negócios Research & Insights da PSE que em 2018 já realizou os estudos ‘Retrato Digital das PME portuguesas’ e ‘Personalidades Digitais no Facebook’, para além de outros projetos na área dos estudos comportamentais, da análise de preferências e da identificação dos fatores que mais influenciam a satisfação ou a qualidade de um produto ou serviço.

Se quiser conhecer-nos melhor contacte-nos por email transformbyanalytics@pse.pt, ou visite-nos em www.pse.pt.

Transformamos dados em conhecimento.

PSE.

analyticsClickSummitdigitalEstratégia DigitalInfluenciadoresMarketing DigitalRedes SociaisTrabalho
[ Novembro 5, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

Aumente a performance das Redes Sociais com o Swonkie

Portuguesa, diferenciadora e intuitiva, esta é a melhor ferramenta de redes sociais no mercado e chama-se Swonkie.

O Swonkie é uma ferramenta de gestão de redes sociais com foco na publicação de Instagram Stories, Relatórios e Análise da concorrência. Ideal para qualquer negócio ou agência, promete ser a sua ferramenta de redes sociais.

Importa dizer-lhe que dispomos dos relatórios mais completos do mercado e ainda do menu de publicação e agendamento mais completo para Instagram.

Não acredita? Experimente o cupão de 2 meses grátis disponível no final deste texto.

Contudo, vamos mostrar-lhe em 3 passos mais específicos como e porque é que afirmamos que o Swonkie é a melhor plataforma de gestão de redes sociais que tem à sua disposição.

Criação e Edição de Stories

 

CLickSummit_Swonkie_Stories_PT

No Swonkie você consegue carregar uma imagem e fazer toda a edição do seu Stories dentro da plataforma.

Para além disso, consegue também adicionar os stickers, gifs, fazer menção, usar hashtags, adicionar localizações, desenhar, entre outras funcionalidades.

Depois de criar a sua Storie você pode agendá-la para sair automaticamente no seu perfil, sem notificações no telemóvel, bastando tão somente agendar e deixar o Swonkie fazer o trabalho por si.

Alertas da Concorrência em tempo real

 

Já imaginou, se em vez de estar constantemente a ver o perfil do seu concorrente alguém o avisasse do que está a acontecer?
É exatamente isso que podemos fazer por si.

O Swonkie monitoriza todos os alertas dos seus concorrentes alertando-o sempre que uma publicação seja viral, ou o seu concorrente esteja a escrever sobre determinado termo ou até mesmo sempre que saia uma nova publicação.

Esqueça o tempo perdido na espionagem, nós fazemos isso por si. E isto é essencial para agir na hora certa.

ClickSummit_Swonkie_Concorrência_PT

Relatórios de Performance

 

Elimine todas as horas que desperdiça a construir relatórios das suas redes sociais em diferentes plataformas.

O excel e o powerpoint são bons mas agora imagine que por momentos, em 1 minuto, tinha um relatório com todas as métricas que deseja, sem ter de atualizar tabelas no excel, com apenas um click, em gráficos já prontos para serem exportados para um powerpoint ou pdf e serem partilhados com o seu cliente.

Já imaginou? Então é porque conhece o Swonkie e com ele os relatórios mais avançados para Instagram e Facebook no mercado. Dúvida? Verifique na nossa plataforma.

ClickSummit_Swonkie_RelatóriosBásicos_PT

Gostaríamos muito de continuar a apresentar o Swonkie, mas sabemos que quer mesmo experimentar a nossa plataforma e por isso temos uma super oferta para si.

São 2 meses grátis para leitores do blog do ClickSummit.

Use o código CLICK30 para conseguir esses 2 meses grátis em qualquer plano do Swonkie para testar e ver por você mesmo.
Faça o seu registo aqui.

Nota: Este código está apenas disponível para novas contas e disponível para utilização até ao dia 11 de Novembro.

Aceda aqui mesmo ao site do Swonkie e comece agora mesmo a redescobrir a forma como está presente nas suas redes sociais.

 

ClickSummitdigitalecommerceeventoInfluenciadoresLisboaMarketing DigitalRedes SociaisstorytellingTendências
[ Outubro 9, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

Ambassador veste os apresentadores do ClickSummit

Antes de passarmos a explicar porque é que nos resolvemos associar ao ClickSummit com a(s) camisa(s) que os oradores vão vestir no evento, diga-nos o seguinte:

  • Costuma entornar líquidos sobre si ou é daquelas pessoas que não consegue comer sem se sujar?
  • As manchas de suor perseguem-no, especialmente nos dias de verão?
  • Sempre que sai de um bar, fica com a roupa a cheirar horrivelmente a tabaco?

Então deixe-nos dizer-lhe que somos capazes de ter encontrado a solução para estes problemas em particular.

Já imaginou o que seria viver num mundo onde pudesse usar uma camisa branca, descansado da vida, sabendo que não a iria sujar até ao final do dia?

 

Pois é. Pode deixar de sonhar com esse dia porque ele chegou.

Depois de muito trabalho, investigação e persistência, a Ambassador Portugal encontrou a resposta.
Está aí a primeira camisa branca customizada, feita de algodão premium, que evita nódoas e odores e que vai permitir manter um visual atraente e elegante de manhã à noite.

Esta inovadora camisa recorre a nanotecnologia – sim, isso mesmo, nanotecnologia – infundida em nível molecular nas fibras de algodão Pima, mantendo assim a máxima suavidade natural, respirabilidade e durabilidade do tecido.

Se quer saber mais para além desta conversa científica tem mesmo de conhecer a Rita Dinis, fundadora da Ambassador Portugal e a alma por trás desta ideia que virou marca.

A abordagem da Ambassador distingue-se porque:

1) Controla a absorção de odores – o fumo de tabaco, óleos de fritura, as terríveis manchas de suor são coisas que podem estragar para sempre uma camisa. Esta nova composição apresentada pela Ambassador permite uma redução significativa das bactérias responsáveis pelos maus cheiros, uma vez que controla a circulação do suor e da humidade para fora do corpo;

2) Previne a absorção de líquidos – como café, vinho ou mesmo molho de francesinha;

3) Ecológico – Contribui para a poupança da água, uma vez que ao ser resistente a nódoas, manchas e odores, precisa naturalmente de menos lavagens;

4) Aumenta a duração média de vida da roupa – ao manter as cores por mais tempo e ao reduzir a deterioração geral dos tecidos.

Mas afinal quem é a Rita Dinis e de onde é que apareceu a ideia de criar uma camisa assim?

 

Aos 28 anos esta consultora formada em Gestão pela Universidade Católica acredita que o seu particular interesse pelo têxtil e pela moda foi despertado pela sua avó, costureira de profissão, com quem cresceu, no meio de amigas e “trapos”, e quando ainda brincava às costureiras.

Já o seu espírito empreendedor terá sido incentivado pelos pais e raízes Leirienses – um cluster empresarial.

A ideia em si nasce no seguimento de uma conversa de amigos em contexto empresarial, onde todos se queixavam da tremenda dificuldade de manter uma camisa branca impecável de manhã à noite, pelos diferentes desafios enfrentados nos seus empregos.
As razões eram claras:

  • suor
  • manchas
  • maus odores

Posto isto, juntaram-se as preocupações à procura de soluções e chegou-se onde hoje estamos.

ClickSummit_Ambassador2

 

Ambassador & ClickSummit

A Ambassador está actualmente a arrancar com a primeira produção de Camisas e Polos após o sucesso alcançado com a campanha de crowdfunding na plataforma Indiegogo. E, sendo o próximo passo alavancar-se definitivamente no mundo do e-commerce, consideramos que esta parceria com o ClickSummit ajuda a Ambassador a vingar neste mercado tão dinâmico.

Para além disso, não nos esquecemos de quem nos deu a mão quando éramos só um conceito com protótipos.

Conhecemo-nos há cerca de um ano enquanto colegas de cowork do primeiro espaço que nos acolheu, a Beta-i.

Tanto o Fred, como o Martim, como a sua equipa, têm sido uns verdadeiros embaixadores da Ambassador desde os conselhos a partilhas de experiências que têm sido essenciais para dar vida à Ambassador.

Campanhas de crowdfunding, geração de leads, press release, recomendações de gurus, abordagens de negociação no marketing, e sextas-feiras de networking, são temas que têm estado na ordem do nosso diálogo.

Portanto, diria que a linha que separa a nossa relação business e a cumplicidade/amizade é ténue.

E é este o tipo de relações que nos inspira, que queremos continuar a cultivar, e que dá prazer ter neste mundo dos negócios, que muitas vezes é tão agressivo. Fazer negócios assim é fácil.

Obrigada Equipa ClickSummit.

 

ClickSummitEstratégia DigitaleventosiOSMarketing DigitalMobileRedes SociaisTendências
[ Setembro 18, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

evenTwo cria app mobile do ClickSummit 18′

A evenTwo, uma das empresas líderes no desenvolvimento de Apps nativas para iOS e Android, desenvolveu a app mobile oficial da edição de 2018 do Clicksummit.

Mas quais as principais vantagens da utilização de uma app num evento como o CLICKSUMMIT?


1- Informações sempre atualizadas

Toda a agenda, speakers, expositores e dicas úteis estão disponíveis para o participante, mesmo sem conexão à Internet.
Dizer ainda que o envio de notificações push permite informar os participantes de qualquer alteração à agenda ou evento de interesse.
Além disso, o organizador pode publicar galerias de imagens, vídeos ou documentos antes, durante e depois do evento.

2- Estatísticas de feedback e utilização

Através da App, os participantes podem fazer avaliações, pesquisas, participar em jogos, enviar perguntas aos speakers e até votar ao vivo durante as sessões. Foi por isso que resolvemos adicionar estatísticas de utilização às suas apps. Ou seja, a fim a fornecer ao organizador, informações valiosas sobre o que mais interessou aos participantes/utilizadores da aplicação.

3- Networking entre participantes

Atualmente é colocado um ênfase especial no networking durante o evento, transformando assim a app numa espécie de rede social.
Na app Clicksummit, os utilizadores têm o seu próprio perfil e podem interagir em chats e enviar mensagens e imagens privadas.

Para a app do evento deste ano, acrescentámos ainda a funcionalidade de matching (correspondência profissional) que permite relacionar utilizadores de acordo com os seus perfis e preferências.

4- Benefícios extras para patrocinadores

Espaços como o carrossel de patrocinadores das apps evenTwo permitem aumentar o ROI do evento até 30%. Além disso, as estatísticas de visualização dos logotipos são uma ferramenta fundamental para justificar este tipo de patrocínio.

5- Experiência do utilizador

Nem todas as apps são iguais. Para uma experiência de utilizador ideal, a evenTwo aconselha sempre a opção de apps totalmente nativas, desenvolvidas nas linguagens e nos padrões de usabilidade do iOS e do Android como a que desenvolvemos para o ClickSummit.
O resultado é uma App estável, segura, ágil e intuitiva, com um design moderno e de acordo com as diretrizes do evento.

Porquê a evenTwo?

De forma sucinta somos o parceiro ideal para a criação de apps para eventos.
Com mais de 2.000 Apps criadas para grandes empresas e organizadores a nível mundial, oferecemos as funcionalidades necessárias para potenciar o sucesso de qualquer evento de maneira muito simples, e tudo a partir de apenas 500 euros.

Nota: Este artigo foi escrito integralmente pela evenTwo)

analyticsClickSummitEstratégia DigitalInfluenciadoresMarketing DigitalRedes SociaisTendências
[ Setembro 8, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

Criação de valor da análise de dados no Social e Digital – PSE

A PSE é uma empresa portuguesa que desde 1994 extrai conhecimento da informação pela aplicação de técnicas de análise de dados. Com uma ampla experiência em múltiplos setores de atividade (telecomunicações, banca, seguros, retalho, distribuição, energia, grande consumo, governo, saúde, etc..) e nas mais diferentes áreas funcionais (marketing, risco, produção e operações, distribuição, logística, qualidade, financeira, etc…) contamos com uma equipa especializada na incorporação de inteligência preditiva nas organizações e nos processos de negócio. A nossa experiência nacional e internacional no envolvimento em projetos analíticos, bem como a nossa abordagem metodológica suportada pelas melhores práticas, casos de estudo e projetos implementados, têm tido um elevado reconhecimento por parte dos nossos Clientes e Parceiros. Estamos focados na criação de valor para os nossos Clientes dando respostas analíticas ao negócio.

Reconhecendo a importância crescente do mundo digital e das redes sociais nos negócios, desenvolvemos recentemente uma oferta específica para estes novos mercados, incluindo um modelo analítico para suporte à adoção de novas estratégias de marketing, o designado PSE Social & Digital Analytical Model.

É neste enquadramento que marcamos presença no evento CLICKSUMMIT 2018 apresentando a nossa oferta nas áreas de Research & Insights e Data:

  1. Serviço NetBehaviour by PSE que lhe permite aceder a informações sobre os visitantes do seu site e da sua concorrência – quem são os utilizadores (em termos de caraterísticas sociodemográficas, socioeconómicas, geográficas, lifestyle)? Como acedem? Quando acedem? Com que frequência e duração? Quais as páginas em que navegam? etc…..
  2. Estudo Personalidades Digitais no Facebook que tipifica o comportamento e o perfil de navegação de um total de 20 Personas digitais construídas a partir da análise de mais de 360 marcas em 8 setores de atividade e da classificação e análise de mais de 1,5 milhões de comentários de cerca de 670 mil utilizadores do Facebook.
  3. Estudo Retrato Digital das PME Portuguesas 2018 que, a partir de respostas de cerca de 1.500 PME a um questionário online construído em torno de 5 dimensões analíticas, descreve o nível de maturidade digital deste segmento de empresas por setor de atividade, região, dimensão e antiguidade no mercado e, ao mesmo tempo, faz recomendações de boas práticas a adotar para melhorar a sua estratégia online.

Venha visitar o nosso stand, para saber mais sobre cada um deles e perceber como utilizamos a pegada digital como fonte de vantagem competitiva para o seu negócio!

Autora

Zélia Barroso – Responsável área PSE Research & Insights

ClickSummitEstratégia DigitalInfluenciadoresMarketing DigitalRedes SociaisTendências
[ Setembro 8, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

Mudar as regras do jogo com Marketing de Influência – SocialPubli

CLICKSUMMIT_SOCIALPUBLI2

As redes sociais, inicialmente, nasceram para aproximar as pessoas e estar conectadas com seu ambiente. Mas o seu crescimento e popularidade levaram-nos a utilizar estes meios para ações que nem imaginávamos que fossem possíveis. Contudo, os tempos vão mudando, e enquanto as marcas ou influenciadores nos vão mostrando as suas vidas diariamente, não precisamos necessariamente de acreditar em tudo aquilo que anunciam.

E, apesar da qualidade do conteúdo, continuamos a acreditar mais no nossa rede de influência ou círculo de amigos e colegas do que nas marcas por si só. Assim, chegamos então a estas duas perguntas:

Quem são os influenciadores? E qual a sua importância?

O marketing, nos últimos anos, tem sido caracterizado por este termo “influenciadores“: certos bloggers, utilizadores das redes sociais ou criadores de conteúdo que têm a capacidade de alcançar milhares (senão milhões) de potenciais consumidores em cada uma das suas publicações.

Mas o público está cada vez mais exigente, e essa tendência de colaboração da marca influenciadora nas redes sociais está a causar uma super saturação pela forma como o conteúdo é criado. Especialmente porque o suporte ou a confiança que temos numa recomendação evoluiu, como nos mostra um recente relatório do Twitter .

Mas então … quem são os microinfluenciadores? E por que é que eles são a nova tendência?

Os microinfluenciadores são utilizadores de características similares aos influenciadores, mas com menos seguidores.
No entanto, podem chegar a ter mais influência, pois os seus seguidores são geralmente conhecidos e interagem mais com suas comunidades.

Estes microinfluenciadores atingem um impacto real nos seus seguidores (followers) e a mensagem que partilham e transmitem está a conseguir deslocar as formas tradicionais de publicidade.

Especialistas em nichos específicos e com um custo menor, têm um público menor, mas muito fervoroso, causando um maior compromisso e melhorando a taxa de engagement a vários níveis.

Cada vez estão mais presentes nos media, liderando estratégias de marca e escalando posições em redes sociais.

Então, se você tem uma marca, produto, ou serviço, e quer aproximar-se de um alvo e de um nicho de mercado específico, este é o momento perfeito para você saber quem eles são.

Os microinfluenciadores são uma das tendências de marketing que melhores resultados irão contribuir para sua estratégia e cuja chave está na sua rede de seguidores.

Já há muitos especialistas que indicam que se não é a melhor, é seguramente uma das melhores estratégias para comunicação de uma marca, produto, serviço ou evento.

 

CLICKSUMMIT_SOCIALPUBLI1

 

No ano 2018 aumentaram as marcas que incorporam esses profissionais na indústria digital nas suas campanhas. Escolher o que melhor se adapta à estratégia e ao produto e tentar estar presente em outros mercados (revistas, eventos ou outros tipos de media) para cobrir os maiores canais possíveis e impactar o utilizador que é o final do dia objetivo.

Um exemplo real:

O Bruno tem um BMW e na rua rede de influência tem mais 2 amigos que estão a pensar comprar um BMW. Um deles, é amigo de infância o outro, é um colega que já não vê à vários anos, contudo está ligado nas suas redes sociais e vão mantendo algum contacto.

A BMW, aposta nos diversos canais de comunicação focando sempre o benefício de ter um BMW e melhores características do produto, serviço pós-venda, etc. Nesta estratégia consegue impactar os amigos do Bruno, mas será que foi suficiente para os convencer? Mesmo apostando em Macro influenciadores ou celebridades? Ou será que a opinião de alguém que conhecem e que pode ser considerado um micro-influenciador é uma opinião com maior valor e mais segura?

É algo que as marcas têm que refletir..a utilização do Mix do Marketing de Influência bem feita, tem resultados brutais! Mas não podemos dizer que os Macro-influenciadores/Celebridades são os únicos ter capacidade de “conversão” e de influência. O poder dos micro-influenciadores é claro, porque são pessoas reais!

Grandes marcas como a Nike já apostam nos Micro-influenciadores como uma das ações recorrentes nas suas campanhas!

Mas, como posso encontrar Micro-influenciadores?
Bastante simples. Os Micro-influenciadores estão a espera que as marcas contactem e juntos façam campanhas win-win. Mas devido a amplitude das redes sociais e utilizadores que existem, é importante realizar este contacto através de uma plataforma especializada que, entre de outros benefícios, permita controlar a qualidade do conteúdo/publicações, obter reports em tempo real, e seja super simples! Aí entra em jogo a SocialPubli.com, que conta com mais de 50.000 influenciadores na sua plataforma e trabalha em 20 países superando uma audiência de 500 milhões de pessoas.

ClickSummitEstratégia DigitaleventosInfluenciadoresMarketing DigitalMobileRedes SociaisstorytellingTendênciasTrabalho
[ Agosto 10, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

O que deve levar na mala para 2 dias de conferência

Imagine que se está a preparar para ir a uma conferência de 2 dias e começa a pensar no que não pode ficar de fora da mala que costuma levar para estas ocasiões. O que é que começa por fazer? Arrumar essa mesma mala, certo?

Se não é por aí que começa… então é melhor começar a rever o seu planeamento, porque este é, sem sombra de dúvidas, um ponto essencial na antecâmara da vinda a um grande evento.

Quem melhor do que alguns habitués em eventos para vos dizer o que devem ou não enfiar na vossa mala antes de saírem de casa?

André Novais de Paula, diretor criativo da DirectiMedia, e frequentador assíduo de eventos dá-nos alguns conselhos:

andre-novais-de-paula-clicksummit

“Para a População Geral, existem algumas coisas que não podem MESMO faltar:
– Smartphone – não levar o Smartphone para um evento destes é o mesmo que ir sem roupa. Toda a atividade que se pode potenciar nas Redes Sociais depende dele, por isso…
– Cartões de Visita – podem achar que já não são tão importantes assim, já que hoje em dia é tudo digital (e no CLICKSUMMIT até é possível gravar os contactos dos participantes directamente através do QR Code no Badge), mas eu não dispenso.
Além disso adoro o ritual de troca de cartões;
Powerbank – é preciso garantir que temos energia durante todo o dia;
– Carregador – mesmo levando um powerbank eu recomendo sempre levarem um carregador de telefone;
Bloco de Notas e Caneta – é importante tirar notas das pérolas que são partilhadas nas palestras (eu não preciso porque uso o Evernote;
 – Plano de Dados – eu nunca facilito e muito embora os eventos tenham wifi disponível, gosto de saber que se for necessário tenho dados suficientes para poder trabalhar”

Joana Rita Sousa, filósofa, pensadora e formadora, diz-nos que:

“Como é do conhecimento comum, as malas das senhoras transportam consigo este mundo e o outro. A minha não é exceção. Nos dias de eventos (académicos ou nem por isso) há objetos que simplesmente não podem ficar em casa:

– o iPhone é essencial, para registar as selfies com os participantes e ir fotografando alguns momentos;
– o iPad (que no meu caso se chama iNietzsche) é o meu aparelho preferido para aceder ao twitter e partilhar conteúdo com o resto do mundo;
– o powerbank e os cabinhos respetivos, para que não falte bateria nos momentos cruciais;
– um caderno e várias canetas também são fundamentais, pois há ideias que podem surgir e que não se podem perder;
cartões de visita, para dar um ar vintage no momento de networking.
Depois há aquelas coisas que não cabem na mala e que são fundamentais, enquanto participante num evento: a disponibilidade para ouvir e aprender, bem como o pensamento crítico afinado para colocar questões e contribuir para o diálogo. Ah, o sorriso e o humor, sempre!”

Então e o que leva na mala Pedro Rebelo, Digital Strategist do Governo?


“Na minha mala, sempre que vou a um evento como o CLICKSUMMIT, não pode faltar: – o meu telemóvel (ou melhor, os meus telemóveis, até porque por exigência profissional, não posso estar sem eles 🙂 );
headphones (porque a qualquer momento posso ter que atender o telefone e é muito menos intrusivo se o fizer com headphones);
– um powerbank (que me dê pelo menos 3 cargas) e os repetivos adaptadores; um caderno de apontamentos (porque há coisas que me parecem dignas de registo físico), uma caneta e cartões de visita. Por incrível que pareça, num mundo tão digitalizado, os cartões de visita são, ainda hoje, um elemento de grande valor em eventos que promovem o engajamento social. E um bocadinho de paciência também, porque por vezes é preciso paciência para se ouvir certas coisas…

Podemos já perceber que há alguns pontos em comum nestas primeiras respostas: smartphone, cartões de visita e powerbank, mas vamos tentar perceber se estes se repetem.

Daniela Cunha, Social Media & Digital Marketing Specialist elege o indispensável:

Smartphone, bloco de notas, caneta e PC.
Com o smartphone vou tirando notas, onde junto fotografias que tiro na hora às apresentações, também aproveito e vou logo ao LinkedIn procurar pessoas e adicioná-las à minha rede de contactos, etc..
O PC para alguns momentos específicos, nomeadamente se for necessário enviar algo para algum cliente;
O Bloco de notas e caneta como backup, para o caso de ficar sem bateria. Ahhh, esqueci-me dos cartões de visita e da Power Bank, claro.”

 

João Miguel Lopes, especialista em Transmedia Storytelling, conta-nos o que é que envolve o planeamento de uma vinda a um evento:

“Em primeiro lugar tento estabelecer, previamente, uma série de contactos com eventuais participantes no evento. Para quê? Para potenciar o encontro entre colegas e também potenciar o networking no local com pessoas com quem temos e mantemos contacto online. Quanto a equipamentos: Smartphone, claro, para capturar fotos e vídeos durante o evento e partilhá-los de forma constante nas minhas redes sociais e nas redes do evento são uma prática comum e recorrente.

Na mochila trago ainda o meu Mac 13”. É um companheiro inseparável, pois consigo sempre aproveitar alguns momentos para trabalhar.

Quanto a acessórios, powerbank, carregador de PC, bloco de notas e lápis, são fundamentais. A tecnologia facilita-nos a vida mas… às vezes falha!”

Por sua vez, Virgínia Coutinho, fundadora da Lisbon Digital School, para além do smartphone, da powerbank e do bloco, referido por todos os entrevistados, acrescenta um pormenor de que ninguém se lembrou:

“Um casaco de malha. Nunca se sabe como será o ar condicionado do auditório!”

E não é que é capaz de ser um dos melhores conselhos aqui deixados?

 

Se depois disto ainda não consegue decidir o que há de colocar na sua mala antes de sair de casa rumo a um evento de dois dias, tal como o CLICKSUMMIT (num exemplo perfeitamente imparcial), aqui fica um resumo do que nos foi dito pelos nossos craques em eventos:

O QUE NÃO PODE MESMO FALTAR NA SUA MALA NUM EVENTO DE 2 DIAS

– Smartphone
– Carregador
– Powerbank
– Cartões de visita

– Bloco de Notas
– Lápis ou caneta
Relógio analógico (este recomendamos nós, porque, como diz o João Miguel Lopes, a tecnologia facilita muito a nossa vida, mas também falha)
Calçado confortável (outra recomendação a nosso cargo)
– Energia! Sem dúvida que sem ela a sua participação no evento vai sair claramente prejudicada. Por isso, aproveite para dormir bem na noite anterior ao evento, vai ver que depois no vai agradecer o precioso conselho.

Agora é só fazer as malas, apontar ao próximo evento e preparar-se para brilhar + alto do que as estrelas!

Quanto a nós, esperamos por si, em outubro, no melhor CLICKSUMMIT de sempre.
Mala da conferência, Caneta, Bloco de notas, entre outros objectivos, são alguns dos items, que temos como oferta aos participantes em todas as edições com a preciosa ajuda da SIGNA como merchandising partner…portanto já não falta tudo 🙂

ClickSummitEstratégia DigitaleventosInfluenciadoresMarketing DigitalRedes Sociaisspeaker
[ Agosto 8, 2018 by clickadmin 1 Comment ]

A importância de ser orador em conferências

Ser orador em conferências como o CLICKSUMMIT, por exemplo, ou noutra área totalmente diferente, em TED Talks, Webinars, Cimeiras, Simpósios, Congressos, e por aí fora, assume especial relevância para quem quer cimentar o crescimento da sua persona a nível digital, transpondo depois esse crescimento e esse aumento de notoriedade e relevância junto da sua própria rede de contactos, seja em que “rede” for.

Mas para que não sejamos nós a afirmá-lo, fomos tentar perceber junto de profissionais das áreas do Marketing Digital – e também eles oradores em conferências em Portugal e no Brasil – o que pensam eles sobre a importância de ser speaker em conferências no próprio país e que depois possam eventualmente vir a escalar a montanha para chegarem a oradores em conferências internacionais.

Luciano Larrossa, autor do livro Facebook para Negócios, editor do site Apptuts e orador em conferências quer em Portugal (já passou pelo CLICKSUMMIT), quer no Brasil, os dois países por onde divide a sua vida, tem uma opinião muito concreta:

“Vivemos num momento em que qualquer profissional de marketing pode usar as redes sociais para transformar o seu conhecimento na sua marca pessoal. Trabalhar a sua própria marca permite, não só, fortalecer o seu posicionamento no mercado mas também fazer testes de conteúdo e de anúncios. Trabalhar esta vertente é uma forma de demonstrar que não sabe apenas o conteúdo na teoria: que sabe aplicar de uma forma prática e que gere resultados.”

 

Na mesma linha de raciocínio, Pedro Caramez, especialista em LinkedIn, Formador e também ele orador em conferências em Portugal (já passou pelo CLICKSUMMIT), acredita que a mais valia associada a esta presença em palco como orador/moderador é inequívoca:

”Nos últimos anos, tenho realizado diversas intervenções públicas para boas audiências que acabam por ser um corolário do trabalho de formação e consultoria desenvolvido. Estes momentos reforçam, consolidam e engrandecem a nossa marca enquanto profissionais. A exposição pública é relevante e necessária para esta afirmação de força e crédito!”

Para quem quer construir uma carreira que inclua esta vertente de moderador/orador em eventos da sua área de trabalho, o caminho deve incluir coisas como:

– Tornar-se, de algum modo, um opinion maker/opinion leader dentro da sua área, nas redes sociais.
Pode parecer simples, mas não é. E não é simples porque é preciso construir uma personagem que seja reconhecida pelos únicos atores que decidem se somos ou não relevantes na área na qual estamos a produzir conteúdos: as pessoas que nos seguem, evidentemente;

– Construir uma comunidade local onde na qual passemos a ser uma referência e uma opinião valorizada;

– Debater questões, e partilhar conteúdo próprio ou de terceiros, que sejam relevantes para o público alvo, e que acrescentem algum valor à vida dessas pessoas;

Neste sentido, perguntámos a Catarina Cabral, Head of Marketing do TIMEOUT Market, como é que ela olha para este tema:

“O sucesso individual de cada um pode estar directamente relacionado com a forma como nos relacionamos e comunicamos com os nossos pares. Falar em público ajuda-nos precisamente a conquistar um espaço em que expomos as nossas ideias e formas de trabalhar. Se o fizermos bem, vão lembrar-se de nós. Pode ser bastante difícil no início, mas, como alguém (claramente bem mais experiente no assunto do que eu) me disse uma vez “fake it until you make it”. Além disso, participar em conferências e palestras também nos permite ir melhorando não só as nossas capacidades de comunicação, mas também os nossos conhecimentos. Queremos constantemente aprender mais, para podermos transmitir mais às pessoas, e isso é uma grande mais-valia.”

A gestão da carreira e o posicionamento que conferimos à mesma são temas cada vez mais em destaque.
Pedro Rebelo, Gestor e Agente de carreiras, não tem dúvidas relativamente à importância que a presença em eventos pode ter nesse posicionamento:

 

“Ser orador em conferências e evento, é partilhar emoções, valores e “know-how”.
A nossa marca pessoal sai naturalmente potenciada, e com isto acresce a responsabilidade de ser melhor e entregar cada vez mais valor nas palestras que damos, seja em que tipo de evento for.”

 

Não é só em Portugal que isto ganha especial relevância. Lá por fora o pensamento é o mesmo.
Janine Medeira, autora do blog Poupadinhos e com Vales, faz disto vida e diz-nos em poucas linhas, porque é que é tão importante ser orador em conferências:

 

“Para mim, marcar presença em conferências como o CLICKSUMMIT é um total reconhecimento do meu trabalho! Acho importante para a marca, porque além de acrescentar valor apresentá-la na maior conferência de marketing digital do país, enquanto oradora posso partilhar todos os conhecimentos que fui adquirindo ao longo dos anos e quem sabe inspirar pessoas.”

 

 

Daria Vodopianova, oradora em eventos e especialista em Personal Branding, tem uma visão muito clara sobre os benefícios que falar para uma audiência pode ter na construção de uma personalidade pública e na capacidade de influenciar um grupo grande de pessoas de uma só vez.

“Feito de forma inteligente, falar em público é uma ferramenta poderosíssima. Que outra oportunidade é que temos de alcançar tanta gente presente num mesmo espaço, com a nossa mensagem? Nas redes sociais a capacidade de reter a atenção das pessoas é muito menor, por isso, talvez não exista mesmo outra oportunidade de ser tão preponderante e escutado por tanta gente como numa presença em palco num evento. Acredito que falar em público é uma arte que tem de ser treinada. À medida que formos sendo capazes de partilhar mais e melhor conteúdo em palco, a nossa autoridade e marca pessoal vão crescer de forma orgânica.”

 

Rita Sampaio, diretora de Marketing e co-fundadora do SHARE Algarve, tem também experiência não só como oradora, mas também como organizadora de um evento:

“As decisões mais importantes para um organizador de uma Conferência prendem-se com os oradores. Muitas questões surgem na altura de compor um programa: “Será que irá trazer conteúdo útil e relevante para a audiência?”, “Conseguirá criar empatia, e comunicar eficazmente”, “Tem uma boa presença em palco?”, “Será suficientemente popular ou influente, para acrescentar valor ao meu cartaz, e trazer mais público?”. Se foi convidado para ser orador numa Conferência é porque a sua carreira, e a sua marca pessoal, comprovaram que o organizador respondeu positivamente a todas estas questões. Os meus sinceros PARABÉNS!”

 

Por último quisemos saber o que pensa o nosso mentor e fundador, Frederico Carvalho, sobre esta temática.
Para o fundador do CLICKSUMMIT esta questão é bastante simples:

“A melhoria contínua não tem fim, e ao longo dos anos enquanto facilitador de aprendizagem em formações na área digital e na curadoria de 5 edições do CLICKSUMMIT com mais de 150 oradores, posso dizer que um dos pontos principais em que falar em público traz melhorias é na habilidade e capacidade de perceber as reações das pessoas à mensagem que se quer passar. Partilhar o conhecimento em conferências ajuda a melhorar o seu conhecimento, já que é preciso estruturar o pensamento e um bom discurso informativo, partilhando o seu conhecimento com o público, aumenta drasticamente a auto-confiança e a habilidade em comunicar com os outros.”

 

Deu para perceber porque é que é tão importante ser orador em conferências, seja onde for?

Esperamos sinceramente que este texto tenha ajudado a compreender a relevância que esta participação pode assumir na sua carreira.

ClickSummitConversãoLisboaMarketing DigitalRedes SociaisTendênciaswebsummit
[ Julho 10, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

ClickSummit ou WebSummit: A qual é que vou este ano?

(Antes de mais nada, um alerta que não é um spoiler: esta pergunta tem rasteira!)

É claro que recomendamos que esteja presente nos dois, mas se tiver mesmo, mesmo, mesmo de escolher entre o CLICKSUMMIT e o WebSummit, então escolha o nosso, claro está. =)
Contudo, queremos deixar a ressalva de que deve fazer tudo o que estiver ao seu alcance para estar presente nos 2 eventos, mesmo sabendo dos custos que esta decisão pode representar na sua carteira!

São ambos (e serão sempre) excelentes momentos de aprendizagem, convívio e networking. No fundo, têm tudo o que precisa para fazer mais e melhores negócios. Mas a diferença principal entre os dois eventos está no seu foco e naquilo que ambos têm para oferecer.
Mas vamos por partes:

  • a WebSummit é uma conferência assente no Empreendedorismo (temática vasta e extremamente abrangente), na Tecnologia e na Inovação, ao passo que o CLICKSUMMIT é um evento dedicado exclusivamente ao Marketing Digital e às Vendas Online;
  • o evento pensado e criado por Paddy Cosgrave é um evento MACRO, em todos os sentidos possíveis e imaginários.
    Desde o número de participantes ao preço dos bilhetes.
  • o CLICKSUMMIT é um evento de uma dimensão em nada comparável com a escala que se pode encontrar, desde 2016, no Parque das Nações, e por onde, a título de exemplo, só no ano passado passaram quase 60MIL pessoas.
    Este ano, para que se perceba, estamos a contar com 500 participantes. É um bocadinho diferente. Sobretudo num ponto que consideramos vital nos nossos eventos e para o qual muito trabalhamos: o convívio (vulgo networking) entre os participantes. Se nunca foi ao WebSummit pode tentar imaginar o que é encontrar alguém no meio de um área que vai desde a Altice Arena até ao final da FIL, e onde estão espalhadas as tais 60 mil pessoas.
  • E agora vamos a algo que costuma ter influência no nosso bolso. O estacionamento. Na WebSummit paga estacionamento em qualquer zona circundante ao Parque das Nações, pelo que ir de carro até lá não é de todo aconselhável. Já no CLICKSUMMIT 18‘ o estacionamento é GRATUITO! Isso mesmo. Leu bem. Grátis. À borlix. Custa bola. Não vai precisar de gastar 1 cêntimo que seja para trazer e deixar o seu carro aqui no LISPOLIS!!
  • Por último, mas não menos importante, uma coisa que achamos fundamental num bom evento: o coffee break! Na WebSummit – e quem já lá foi sabe que isto é absolutamente verdade -, com excepção do café tuga que é oferecido pela Delta, tudo o que quiser comer ou beber, tem de ser pago. Já nós fazemos questão de lhe oferecer 4 coffee breaks ao longo dos 2 dias de evento. Até porque ninguém consegue estar muito tempo a pensar e a assimilar informação e conhecimentos se não tiver a barriguinha bem reacuchutada.

Resumidamente, no ClickSummit apostamos numa componente técnica mais marcada, com oradores especializados, apresentando palestras sobre temas que se cruzam e acabam por se complementar, sendo que temos um evento direccionado para o Marketing Digital e para as Vendas Online. Já o WebSummit tem tudo e… mais alguma coisa, numa espécie de menu de degustação tecnológica que obriga a uma sábia e muito bem planeada gestão de calendário, de modo a que consiga estar exactamente onde quer, à hora que quer, para ver e ouvir quem quer ver e ouvir.

Uma das imagens de marca do nosso evento são mesmo as “talks” mais extensas – podem ter até 40 minutos – onde é possível aprofundar mais os temas e onde há, de facto, uma maior possibilidade de aprendizagem, e de retenção de conteúdos. Ah!! E já nos esquecíamos de falar no factor proximidade. É que no final de tudo ainda pode perfeitamente trocar ideias com os speakers, porque eles estão mesmo ali, à distância de um: “Olá, o meu nome é…. e gostei muito da sua palestra. Posso fazer-lhe uma pergunta?”. É tão simples quanto isto.

Apostamos no foco e temos uma agenda mais linear, embora com alguns momentos de opção, entre duas salas, mas que maioritariamente permite que todos os participantes estejam, na grande maioria dos momentos, todos sentados na mesma sala.

Relativamente ao tipo de público e de audiência dos dois eventos gostamos muito de pensar e de sentir que o ClickSummit já se tormou numa espécie de “comunidade”. Uma família que se reúne 1 vez por ano para partilhar experiências, metodologias e aprendizagens e muitas histórias.

O evento nasceu online e passou depois para uma versão “física”, offline, exactamente a pedido da sua audiência que fez questão de estar junta num mesmo espaço, aprofundando o contacto e a troca de experiências.
Isto permite contactos muito privilegiados e com um belíssimo potencial de sucesso. Já lhe tínhamos falado no foco?

E é claro que esta comunidade é tudo menos fechada, por isso, não hesite em juntar-se a ela garantindo desde já o seu lugar na melhor edição de sempre do CLICKSUMMIT!

Esperamos por si em Outubro aqui no Lispolis – Polo Tecnológico de Lisboa.

ClickSummitInfluenciadoresLisboaMarketing DigitalRedes SociaisstorytellingTrabalhoViagens
[ Julho 2, 2018 by clickadmin 0 Comments ]

5 razões para marcar presença no ClickSummit deste ano

Temos andando a pensar em razões suficientemente convincentes para elevar a sua vontade de estar presente no ClickSummit a níveis estratoesféricos. Ao fim de algum tempo e de muito debate interno chegámos a uma mão cheia conclusões que decidimos partilhar consigo.

Este ano mudámos novamente de casa, para o LISPOLIS, em Telheiras, naquilo que foi uma decisão estratégica que marca uma nova era no ClickSummit. Procuramos constantemente melhorar as nossas condições e, sobretudo, a nossa oferta. Porquê?
Porque o seu bem-estar nos interessa e porque queremos, ano após ano, proporcionar-lhe experiências cada vez melhores.

Por isso mesmo, porque é você que importa e é a sua satisfação que nos move, preparámos uma lista de 5 razões para o convencermos a marcar presença no evento.

1- Negócios
Para além de já ser um centro de decisão onde se concentram várias empresas de referência, Lisboa é uma cidade pujante na atracção de novos projectos, de novas ideias, de empreendedores e das suas startups. Se quer fazer novos conhecimentos, alargar a sua rede de contactos, apresentar ou trocar ideias, o ClickSummit tem de ser um dos eventos obrigatórios na sua agenda para o que falta deste ano de 2018. Pense em nós como mais um evento em que facilmente lhe serão proporcionadas conversas informais que se podem rapidamente transformar em novas oportunidades de negócio;

2 – Pessoas
Habituada a grandes eventos internacionais, Lisboa tornou-se ela própria num constante evento multi-cultural. É assim que queremos que seja o ClickSummit. Um evento multi-cultural, repleto de partilhas de experiências e conhecimentos, que reúne na capital gente de muito valor e com excelentes ideias, que querem fazer deste um eco-sistema cada vez melhor;

3 – Dinâmica
É isso mesmo que queremos que associe ao ClickSummit: dinâmica. Queremos que pense que durante 2 dias o evento não vai deixar dormir parte da cidade… ou, sendo um bocadinho menos ambiciosos, que não vai deixar dormir os participantes. Que pode estar todo o dia no evento e, quando sair, vai encontrar uma cidade de braços abertos, à sua espera. Seja no Bairro Alto ou no Cais do Sodré, ofertas e oportunidades não vão faltar. Com todo o respeito que Nova Iorque nos merece, esta cidade também não dorme. E nós, já mal dormimos a pensar em tudo o que queremos preparar si nos dias 11 e 12 de Outubro;

4 – Bem-Estar
Para além das oportunidades, dos contactos, dos conhecimentos, dos negócios, há um aspecto que pode aproveitar para também cuidar, em Lisboa. Por tudo aquilo que temos estado a falar – mas não só – a oferta é tremenda em termos culturais, gastronómicos e turísticos: museus únicos, casas de fado castiças, cozinha de todos os pontos do Mundo, praias, miradouros, palácios e castelos. E o rio, o Tejo. O Tejo a envolver tudo isto… mas, não foi para lhe falar da beleza da capital que escrevemos tudo isto. O que queremos que interiorize é o seguinte: vai valer bem a pena marcar presença no evento e, no final do 1ºdia, poder dar um passeio pela cidade e respirar um bocadinho do ar fresco de Lisboa. E, já agora, que o mesmo sirva para lhe abrir o apetite por novas oportunidades, novos contactos, novas parcerias… que um evento desta natureza lhe pode proporcionar.

5 – Acessibilidade
Vai ver que vai ser facílimo chegar ao LISPOLIS nos dias 11 e 12 de Outubro. Todos os caminhos virão dar aqui. Aliás, já falámos com Roma que não se importa nada de nos ceder o protagonismo durante 2 dias, até agradecem. E ainda pode aproveitar até Lisboa, sobretudo se vier de comboio ou autocarro, para vir a preparar o trabalho que vai concretizar enquanto cá estiver… Em breve mostrar-lhe-emos como pode chegar até ao evento. Para já, para já dedicamo-nos a tentar convencê-lo que não haverá nada de mais interessante nos dias 11 e 12 de Outubro e que a melhor coisa que pode fazer é… comprar o seu bilhete!

Parecem-nos razões suficientes para, pelo menos, considerar a hipótese de vir passear a Lisboa e, no melhor dos cenários, juntar-se a nós nos 2 dias do melhor ClickSummit de sempre.

Esperamos por si e… faça (lis)boa viagem!